Muita atenção aos sintomas desagradáveis durante exercício


Já são bem difundidos em nosso meio os benefícios que a prática regular dos exercícios físicos promove ao nosso organismo. A atividade física confere uma sensação de bem-estar importante, fazendo com que a pessoa sinta prazer e continue a praticá-lo.


O atleta ou aqueles que praticam atividade física de forma não competitiva podem apresentar sintomas transitórios e esporádicos, comumente de causa muscular. Porém, o aparecimento de alguns sintomas é considerado sinal de alerta e podem indicar a presença de alguma doença cardiovascular mais grave. O atleta deve estar atento, e na presença de quaisquer dos sintomas abaixo listados, é recomendável que procure o seu médico e interrompa imediatamente o exercício físico.


Preste atenção se você apresenta:


[if !supportLists]1. [endif]Dor no peito (dor torácica): o aparecimento de dor no peito deve ser considerado um sinal de alerta, principalmente se surgir ou aumentar durante o esforço físico. Pode ser de origem muscular, porém diversas doenças cardíacas graves podem ter como primeiro ou principal sintoma a dor torácica..


[if !supportLists]2. [endif]​Síncope: é a perda transitória da consciência, também chamada de desmaio. Geralmente é súbita, de curta duração, com recuperação espontânea e total da consciência após alguns minutos.


[if !supportLists]3. [endif]Palpitações ou "batedeira": a palpitação é um sintoma comum e pode ocorrer em função de diversos tipos de arritmias. Uma causa muito comum e benigna de palpitação é a extrassístole, um batimento precoce do átrio ou do ventrículo, antes do tempo habitual, e que pode causar sensação desconfortável ao paciente.

Falta de ar ou dispnéia: muitas vezes este sintoma não é considerado relevante, pois o indivíduo o atribui à falta de condicionamento físico, a um treino mais intenso ou às condições ambientais desfavoráveis. Quando o sintoma é desproporcional ao esforço praticado ou vem acompanhado de chiado no peito, febre, inchaço nas pernas ou pelos outros sinais de alerta descritos acima, o atleta deve reportar o sintoma ao seu médico. Além dos sintomas descritos acima, a presença de doença cardíaca grave e de morte súbita em familiar com menos de 50 anos de idade devem ser valorizadas e consideradas sinais de alerta, pois podem ser doenças genéticas e transmitidas às demais gerações. O indivíduo que pratica atividade física deve sempre estar atento a presença de qualquer sinal de alerta, e este não pode ser minimizado, desprezado ou considerado normal. Deve sim ser valorizado até que o diagnóstico e o tratamento correto sejam realizados. [if !supportLineBreakNewLine] [endif]

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Unidade República - Av. Ipiranga, 318, Bloco A - nº 401 B - Centro, São Paulo
Unidade Vila Olímpia - R. Gomes de Carvalho, 1765 - Cj. 92- Vl. Olímpia, São Paulo